sábado, 11 de outubro de 2008

vida doce

toda beira é final de doi seu deixo tudo sempre pra fazer mais tarde e assim eu caminho no tempo que bem entender afinal faz parte de mim ser assim. mais um pouco e vai dar sinal brinco de esconder caminho de fé não vou mais só no que a vida me traz vida que é doce levar o caminho é de pé diga que eu não vou onde você for vida me leva e todo sentimento me carrega quem no balanço do mar caminha num baque só quem no balanço do mar caminha num baque só vida que é doce levar avisa de lá que eu já sei todo balanço que dá neste navegar naveguei. (Marcelo Camelo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário